Simulação Realística

Robôs, que respondem como um ser humano, são usados pelo Hospital do GRAACC para capacitar as equipes médica e multidisciplinar em todas as práticas assistenciais.

O GRAACC possui uma Sala de Simulação Realística para capacitar as equipes médica e multidisciplinar do hospital em todas as práticas assistenciais por meio de robôs realísticos, que respondem como um ser humano às ações praticadas.

Serão simulados nos manequins procedimentos técnicos, como passagem de sonda, punção venosa (injeção de medicamentos diretamente na veia do paciente), intubação orotraqueal (procedimento que introduz um tubo para auxiliar a ventilar os pulmões), além de atendimentos de emergência e urgência, como paradas cardíacas, com o objetivo de aumentar a segurança dos pacientes.

Além de intensificar a segurança dos pacientes e profissionais, a sala permite uma maior adesão do conteúdo aplicado nos treinamentos com uma metodologia ativa, baseada em experiência.

Os benefícios serão multiplicados. No futuro, o GRAACC pretende expandir esse conhecimento para universidades e hospitais públicos, garantindo que também outros profissionais da área oncológica pediátrica sejam impactados. Dessa forma, o Hospital do GRAACC se consolida ainda mais como referência no tratamento do câncer infantil, especialmente noscasos de alta complexidade. Além disso, reafirma a sua dedicação no investimento e na promoção e disseminação de conhecimento no país, com o objetivo de difundir técnicas de prevenção e tratamento adequado na oncologia pediátrica.

O GRAACC é um dos poucos centros de oncologia pediátrica que utilizam robôs realísticos para treinamento da equipe assistencial.