Transplante de Medula Óssea

 

O Centro de Transplante de Medula Óssea do Hospital do GRAACC existe há 20 anos e já realizou mais de 770 procedimentos. A ala tem 12 leitos, todos com isolamento de alta proteção do ambiente para evitar contaminações nos pacientes, que têm a imunidade comprometida devido as altas doses de quimioterapia do tratamento.

Esse é um dos mais complexos procedimentos da oncologia pediátrica, por isso conta com uma equipe multiprofissional altamente especializada para atender esse público especifico em todas as etapas do tratamento.

O serviço também tem um Centro de Criopreservação de Células Tronco Hematopoiéticas com capacidade de realizar o armazenamento de todos os tipos de células-tronco progenitoras.

Embora cerca de 70% dos casos de câncer na infância sejam tratados com sucesso com quimioterapia, radioterapia e cirurgia, há uma parcela destes casos que não respondem bem ao tratamento inicial ou que, pela sua agressividade, necessitam do Transplante de Medula Óssea. Por ter um centro especializado na realização do procedimento, o Hospital do GRAACC tem mais autonomia e acesso fácil e rápido ao tratamento.

 

Saiba mais: 

O que é Medula Óssea?

A medula óssea é popularmente conhecida como tutano. Ela tem consistência gelatinosa, está localizada dentro dos ossos e é responsável pela fabricação de hemácias (glóbulos vermelhos), leucócitos (glóbulos brancos) e plaquetas do sangue periférico.

Tipos de Transplantes de Medula Óssea

Autólogo – utiliza-se a medula do próprio paciente, que é coletada antes do transplante e criopreservada (congelada). Em geral é usado para alguns tumores sólidos (sistema nervoso central, retinoblastoma, neuroblastoma, alguns linfomas e alguns cânceres ósseos, principalmente).

Alogênicos – é quando a medula é de um doador compatível, que pode ser um irmão (ou pai, mãe, ou filho, em alguns casos) ou não aparentado. Normalmente nesses casos o paciente tem alguma doença na medula, como a leucemia.

Haploidêntico – neste caso, a doação da medula é feita por um parente de primeiro grau com 50% de compatibilidade

Também são realizados transplantes com medula proveniente de sangue de cordão umbilical, no entanto, essa técnica vem sendo gradualmente substituída pelos transplantes haploidênticos.

Passo a passo do Transplante de Medula Óssea

– Primeiro o paciente precisa tomar doses mais fortes de quimioterapia para matar as células doentes e preparar o corpo para receber a Medula Óssea sadia.

– Paciente pronto e células-tronco preparadas, chega a hora do transplante. O processo é semelhante a uma transfusão de sangue. Por meio de um cateter, as células circulam a circulação sanguínea até chegar no local da Medula Óssea.

– Durante todo o tempo do procedimento, o paciente fica internado em uma área especial no hospital, adequada para protege-lo de quaisquer agentes infecciosos. Neste período, ele fica sem imunidade e, consequentemente, muito fragilizado.

– O transplante é considerado um sucesso quando, após algumas semanas, a medula “pegar” e começar a gerar células boas.

 

Médico responsável pelo Centro de Transplante de Medula Óssea – Dr. Victor Gottardello Zecchin – CRM 94169.