Eduarda

 

Eduarda estava prestes a completar 5 anos quando foi diagnosticada com um tipo raríssimo de câncer no cérebro. A notícia, apesar de devastadora, foi amenizada quando os pais souberam que o tratamento da filha seria feito no Hospital do GRAACC.

E, em 2017, eles tiveram o melhor presente de Natal de suas vidas: a menina está curada. O tratamento envolveu uma cirurgia muito complexa para retirada do tumor, sessões de radioterapia e ciclos de quimioterapia. Não foi fácil, mas com a dedicação de profissionais, com toda a tecnologia e estrutura física do hospital e, principalmente, com a ajuda constante dos doadores muitas crianças e adolescentes, como a Duda, tiveram acesso a todas as chances de cura.

“Hoje quando ando pelos corredores do hospital e encontro os enfermeiros, médicos e todas as outras pessoas que foram tão importantes para o tratamento da minha filha, sinto muita gratidão por tudo o que o Hospital do GRAACC fez”, agradece Jéssica, mãe da Duda.