Dicas importantes da Dra Fabianne Carlesse

Com a chegada dos meses mais frios (outono e inverno), as orientações para os cuidados com a saúde devem ser ainda mais intensos devido ao aumento expressivo dos riscos de doenças virais e problemas respiratórios. Temperaturas baixas e pouca umidade contribuem para o agravamento dos problemas. A pandemia de Covid-19 aumenta o risco, pois algumas infecções respiratórias podem confundir-se com os sintomas.

“Alguns sintomas como tosse, febre, falta de ar e, às vezes, náuseas e vômitos, são comuns tanto na Covid-19 quanto nas doenças sazonais de clima frio. Por isso, é necessário que pais e responsáveis redobrem a atenção em relação aos sintomas e qualquer dúvida não demorem a procurar um serviço de pronto atendimento para que a criança seja avaliada”, orienta a Dra. Fabianne Carlesse, infectologista pediátrica do Hospital do GRAACC, especializado em casos de alta complexidade de câncer infantojuvenil.

Conforme informações do Ministério da Saúde, o aumento de casos da gripe geralmente ocorre entre os meses de maio e outubro, sendo agosto o mês mais seco. Além disso, é importante que ações preventivas antes desse período sejam adotadas, em especial, na população mais vulnerável, como os pacientes oncológicos.

“Os pacientes oncológicos são os mais vulneráveis a estas infecções, além da Covid-19, e podem apresentar complicações graves, dependendo do nível de imunossupressão, principalmente quando os pulmões são acometidos”, comenta Dra. Fabianne.

Dicas importantes

  • Fique atento a sintomas como tosse, febre, falta de ar e corrimento nasal. Se persistirem por mais de dois dias, é necessário procurar o pronto atendimento para avaliação.
  • Use umidificadores para combater os dias mais secos, mas não durma com eles ligados pois podem agravar casos de alergias respiratórias.
  • À noite, pendure toalhas molhadas ou coloque bacias com água no quarto.
  • Manter o corpo hidratado é importante nesse período. Beba diariamente de 1,5L a 2L de água.
  • Inalação com soro fisiológico é uma boa opção para limpar as vias respiratórias.
  • Nunca é demais lembrar da importância do uso da máscara (trocar a cada duas horas e se estiver suja ou molhada).
  • Evite
  • Locais fechados e com aglomerações de pessoas.
  • Tocar em paredes, maçanetas e corrimãos.
  • Levar a mão à boca, olhos e nariz.
  • Ter contato com pessoas gripadas ou resfriadas.
  • Locais com aparelhos de ar-condicionado quente, pois ressecam as vias respiratórias causando alergias.

IMPORTANTE:

  • Resfriados, gripes e doenças respiratórias têm alta incidência no outono e inverno, e os sintomas são parecidos com aqueles observados na doença Covid-19.
  • Portanto, segundo Dra. Fabianne Carlesse, na dúvida, pais e responsáveis devem procurar atendimento médico para avaliação e conduta.
  • Pacientes oncológicos devem ter atenção redobrada com protocolos de segurança como higienização das mãos, uso de máscaras e distanciamento social.

Compartilhe:

Muito obrigado! Inscrições encerradas!

Estamos muito felizes! Seremos mais de 12 mil pessoas correndo e caminhando pela cura do...

Parceiros do GRAACC: Fevereiro e Março | 2024

Todos os anos, o nosso Hospital atende, graças aos nossos parceiros, milhares de crianças e adolescentes...

II Congresso Internacional de Oncologia Pediátrica do GRAACC

O II Congresso Internacional de Oncologia Pediátrica GRAACC, agendado para 05 a 07 de setembro...

III Webinar Científico GRAACC

“Leucemias agudas na infância: como identificar e o que fazer?” é o tema do próximo...

Casa Ronald McDonald São Paulo completa 15 anos

Casa Ronald McDonald São Paulo - Moema completa 15 anos apoio às famílias de pacientes...

Dia de Doar

Uma pesquisa realizada pelo DataFolha com 1.500 pessoas a partir de 16 anos de todo...