Nesta terça-feira, 21 de março, é celebrado o Dia Mundial da Infância. Nesta data, nosso hospital ressalta a importância da imunização de crianças e jovens, principalmente os que passam por tratamento oncológico.

O paciente pediátrico submetido ao tratamento oncológico apresenta maior risco a complicações infecciosas. É de extrema importância se certificar antes do início do tratamento se a carteira vacinal está em dia. “Durante o tratamento, certas vacinas não podem ser administradas, entretanto, pode-se vacinar os contactuantes, ou seja, pessoas próximas, prevenindo que a doença chegue ao paciente. Portanto, é imperativo aumentar a cobertura vacinal, tanto dos pacientes quanto dos contactuantes. Vacinas são seguras e salvam vidas”, destaca Dra. Fabianne Carlesse, infectologista pediátrica do nosso hospital.

Para contribuir com a divulgação de conhecimento sobre a doença lançamos a cartilha “E se for câncer infantil? Os sinais da doença e as chances de cura”

Para acessar o conteúdo, clique aqui.


Compartilhe:

Corrida e Caminhada: uma multidão correndo pela cura do câncer infantojuvenil

Quanta emoção! Que evento! Fomos mais de 10 mil pessoas correndo pela cura!

COVID-19 – ORIENTAÇÕES PARA PACIENTES ONCOLÓGICOS

COVID-19: Superintendente médico do GRAACC orienta sobre os riscos dos pacientes oncológicos durante a pandemia ...

III Webinar Científico GRAACC

“Leucemias agudas na infância: como identificar e o que fazer?” é o tema do próximo...

Instituto Mauricio de Sousa celebra o Dia Internacional do Combate ao Câncer Infantil junto com nosso hospital

No Dia Internacional do Combate ao Câncer Infantil, conscientizamos sobre a importância do diagnóstico precoce...