Diagnosticar precocemente o câncer infantojuvenil, além de aumentar as chances de cura em mais de 70%, é fundamental para um tratamento efetivo. Diferentemente dos cânceres em adultos, os tumores infantis não são causados por fatores externos e possuem um desenvolvimento específico.

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), a estimativa é de cerca de 7.930 novos casos de câncer infantojuvenil diagnosticados no Brasil.

Por ser uma doença mais comum entre adultos e idosos, muitos pais não imaginam que seus filhos possam ter câncer e, nesse momento, o papel do pediatra deve ser o de investigar e incluir a hipótese desta doença diante de algumas situações clínicas.

Para isso, o nosso hospital recomenda que o médico responsável esteja atento aos sinais e sintomas para orientar as famílias.

Em muitos casos, o que dificulta o diagnóstico e a suspeita da doença em crianças e adolescentes é o fato dos sintomas serem comuns em outras doenças que acometem essa faixa de idade. Além disso, se for realizado em fases iniciais, o tratamento é menos agressivo, com maiores possibilidades de cura e menores sequelas. Após os resultados dos exames, se criança ou adolescente apresentar alterações expressivas, o encaminhamento para um serviço de referência, como o que oferecemos em nosso hospital, deve ser realizado imediatamente.


Compartilhe:

SORTE ACELERADA DO GRAACC

SORTE ACELERADA DO GRAACC: Ajude milhares de crianças com câncer do Hospital  do Graacc, referência...

Hospital do GRAACC recebe Prêmio Melhores ONGs 2022

Mais uma vez, nossa instituição está no ranking das Melhores ONGs do Brasil para se...

Congresso Internacional GRAACC traz grandes nomes da Oncologia Pediátrica mundial

Grandes nomes internacionais da oncologia infantil estarão presentes em nosso Congresso Internacional de Oncologia Pediátrica.